PETIT COMITÉ BLOG:

"Sugestões, Opiniões, Curiosidades sobre Eventos, Casamentos, Noivas, Festas e mais Festas"

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

2 x 7 SÃO 14 COM + 7 = 21

Já escutei cada coisa de doceira, noiva, mãe de noiva, sogra ou palpiteira de plantão... mas poucas coisas me causam tanta estranheza como o “tem que”...

Não consigo entender essa lógica do cálculo de quantidade das coisas...

Ex:


FOTO: divulgação


.....
......
Porque a avó da namorada-acompanhante do seu estagiário, que estava em casa dormindo durante o seu casamento, que você nunca viu e tem dinheiro para comprar 50 bem-casados próprios, “tem que” receber no outro dia da netinha: 03 docinhos seus, 02 bem-casados seus e 01 lembrancinha sua....???

E N Q U E T E :
-Alguém conhece alguém que coma todos os "docinhos dormidos" sem dividir com um outro alguém que não foi ao tal casamento?
- Alguém conhece alguém que coma mais de 03 bem casados em seqüência???
- Essa matemática seria feita em função da semana toda? Um bem-casado para cada um dos quarto dias subseqüentes após o Evento? (Não estragaria?)
- Help me? Everybody.... anybody?


“Tem que” .... nadaaaaaa!!!!

10 comentários:

amira disse...

flor..to adorando seu blog!!!!
bjsss

Bella disse...

Eu tambem amei! :D

Gê Di Lucca disse...

Concordo plenamente!!!
Não TEM QUE nada!!!!!
É absurdo!
Já ouvi um monte de Tem Que na organização do meu casamento. Não gosto de bem casado e não ofereci no meu casamento. Por três razões: 1- pela banalização do valor do doce 2- pelo número de doces por pessoa. 3- pelo simples fato de não gostar do doce.
Ouvi de muuuuitos adeptos do “TEM QUE” que era absurdo não ter o bem-casado. Que TEM QUE ter números exorbitantes de docinhos por pessoa.
A tia do meu marido não se conformava que eu não tivesse bem-casado. Os argumentos eram: Sem eles, não é casamento.
Como assim?
Eu escolhi algo com significado parecido e que fosse gostoso. Escolhi o macaron. Ora, o que importa não é o amor e o significado do casamento. Ou é o bem-casado que determina se o meu casamento é casamento de verdade?
E não falo só da lembrancinha comum, mas dos docinhos. Poxa, fiz 4 docinhos para cada pessoa e ouvi de familiares que COMO É QUE EU NÃO TIVE DOCES SUFICIENTE PARA OS CONVIDADOS LEVAREM.
Todos puderam ter uma overdose de açúcar no meu casamento. Tive além dos docinhos 4 sobremesas depois do jantar. E o pessoal que não paga 1 tostão pela festa e por tudo se acham no direito de achar ruim que não levou?
Levaram caixinhas com macarons que deixei de lembrancinha e, não foi o suficiente?
Realmente, acredito legitimamos essas atitudes oferecendo doces e coisas exacerbadamente para não parecermos mesquinhos. E conseqüentemente, damos o direito de reclamarem. Pq o TEM QUE é um fato social, está no nosso inconsciente coletivo. E se já perdemos a noção de valor e agregamos o TEM QUE na nossa vida, é porque realmente estamos sentindo falta de algo maior. A diferença.
Eu não perdi. Fiz o que achei ser mais congruente. Arquei com as conseqüências.
Bjos.
PS: Veja as caixinhas de lembrancinha no meu blog.

Petit Comité disse...

Gê,
tuda na vida é uma questão de escolhas! Sempre!
obrigada por sua SUPER participação!

bjos

Gê Di Lucca disse...

Exatamente: Escolhas.
Principalmente, na vida, todas precisam ser Conscientes.(Não percebi que o texto ficou comprido, desculpe!)

Petit Comité disse...

Imagina! Gostei muito das suas considerações!!! Suas opções!

Mas em defesa do pobre docinho!

EU ADORO BEM-CASADO, BOLO-DE-BEM-CASADO, BEM-NASCIDO....

Anônimo disse...

Ai eu também adoro bem-casado, bem-nascido, bem-comemorado.. bom isso é super-¨bem-vindo¨ para os convidados que simplesmente adoram o doce.

Ah, vou confidenciar a vocês.... EU PEGO UM MONTÃO MESMO... que absurdo né?, mas não me controlo.
No mês em que não vou a nenhum casamento, sempre compro os danadinhos em uma doceria que tem aqui perto de casa, e devo também admitir que não tenho coragem de pagar por mais de 5 deles -depois que descobri o preço dos pequenos, só pego de montão se for fim de festa e estiver sobrando (é gente, tem gente que não gosta ou não leva!!)

Estou adorando o blog, passo aqui todo dia viu..

Bjos Juliana--

Luciana Espejo disse...

Olá!!!
Vou me casar em janeiro e não agüento mais os TEM QUE...
Os bem casados estarão no meu casamneto porque TEM QUE ter segundo a minha mãe, pois na verdade eu não gosto deles!
Agora estou decidindo as cores da decoração e já percebi que não posso falar disso com muita gente. Todos sabem o que é o melhor e o mais bonito!
Na verdade, gostaria muito de fazer uma decoração branco e preta, mas estou morrendo de medo (minha mãe logo soltou um "onde já se viu?!?!?"). O caso é que eu já vi! E achei muito chic.
Tenho ido a muitos casamentos este ano e já estou farta do verde maçã e branco, do lavanda e branco, que são lindos, mas batidos!
Gostaria de saber a opinião de vocês! Obrigada
Luciana

Anônimo disse...

O problema é que muitos querem ter um casamento chiquérrimo e não podem pagar por isso, mas querem aparecer para a família, principalmente do Noivo.
Daí economizam em doces, em espaço de eventos falidos-velhos e sujos(de dia que você vê tudo), em decoração.
Não pode fazer? faça um bolo com champagne e chame 50 pessoas, mas faça bem feito.
É melhor do que querer aparecer SEM TER! Isso sim é ser gente fina e de berço,tentar não imitar, copiar os outros se não pode ter e nem fazer. Ser original dentro de suas possibilidades financeiras, mas tem gente que ACHA que é chique e que tem berço, qdo sabemos os durangos que são!
E principalmente acreditam que serão alguém ou algo (justamente porque não se encontraram como pessoa)copiando blogs como o seu!

Noiva disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
mto boa!!!!!
Patty